terça-feira, 1 de maio de 2018

Oração a São José Operário


Oração a São José Operário

São José, patrono de toda a Igreja, a quem o Senhor conferiu a missão de ser pai adotivo de Jesus e esposo da Virgem Maria, vós, que exercestes o ofício de carpinteiro e por meio deste trabalho oferecestes à Sagrada Família digno sustento em suas necessidades, intercedei ao Pai por todos os operários, para que sejam justos no exercício da profissão, na administração dos bens alheios e em todos os relacionamentos humanos.

Rogai por todos os lares, para que, na vivência recíproca do amor, pais, mães e filhos experimentem a alegria de serem abençoados por Deus.

São José, rogai por nós!

.

quinta-feira, 1 de março de 2018

Depende de você


O amor que quer encontrar nos outros...
depende de você.
A paz que busca numa procura desesperada...
depende de você.
O diálogo, base de toda a convivência...
depende de você.
O caminho para a renovação...
depende de você.
A realização dos seus grandes sonhos...
depende de você.
A organização que tanto necessita...
depende de você.
 
Reclamar, queixar-se ou servir,
revoltar-se ou ponderar,
desprezar ou valorizar,
omitir-se ou colaborar,
adoecer ou curar,
rebaixar ou elevar,
monologar ou dialogar,
fechar-se ou abrir-se,
estacionar ou progredir...

Tudo é uma questão de escolha.
E esta escolha depende
unicamente de você!

Já que tudo depende de você...
Trate de ser feliz! 
.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Oi Jesus, é o Zé!


Todos os dias, sempre ao meio dia, um pobre velho entrava na igreja e, poucos minutos depois, saía. Um dia, o sacristão lhe perguntou o que vinha fazer (pois havia objetos de valor na igreja).

- Venho rezar, respondeu o velho.

- Mas é estranho, disse o sacristão, que você consiga rezar tão depressa.

-  Bem, retrucou o velho, eu não sei rezar aquelas orações compridas. Mas todos os dia, ao meio dia, eu entro nesta igreja e falo: "Oi, Jesus, é o Zé!" Num minuto, já estou de saída. É só uma oraçãozinha, mas tenho certeza que Ele me ouve.

Alguns dias depois, o Zé sofreu um acidente e foi internado num hospital. E na enfermaria, passou a exercer uma grande influência sobre todos: os doentes mais tristes tornaram-se alegres e, naquele ambiente onde antes só se ouviam lamentos, agora muitos risos passaram a ser ouvidos.

- Zé, disse-lhe um dia a irmã enfermeira, os outros doentes dizem que foi você que mudou tudo aqui na enfermaria. Eles dizem que você está sempre tão alegre...

- É verdade irmã, respondeu o pobre enfermo prontamente, estou sempre muito alegre! É por causa daquela visita que recebo todos os dias, me faz imensamente feliz.

A irmã ficou atônita. Já tinha notado que a cadeira encostada na cama do Zé estava sempre vazia. O Zé era um velho solitário, sem ninguém.

- Que visita? A que horas? Perguntou-lhe a irmã.

- Todos os dias, respondeu o Zé com um brilho nos olhos. Todos os dias, ao meio dia, Ele vem e fica ao pé da cama. Quando olho para Ele, Ele sorri e diz: "Oi Zé, é o Jesus!"


O ensinamento que esta história singela contém nos faz refletir profundamente. Ela fala-nos da fé, da simplicidade, da dedicação e da perseverança. Quem de nós dispõe, como o Zé, diariamente, de alguns minutos para falar com Jesus?

Não é necessário fazermos orações quilométricas para Jesus, mas sim fazer a oração de coração porque Ele está sempre a nos escutar.

Que tenhamos o Zé como um exemplo diário de homem de oração.

E então? Você já esteve em oração com Jesus hoje?
.


segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Ecos da vida



Filho e pai caminhavam por uma montanha.
De repente, o menino cai, machuca-se e grita:
- Ai!
Para sua surpresa, escuta sua voz se repetindo em algum lugar da montanha:
- Ai!
Curioso, o menino pergunta:
- Quem é você?
E recebe uma resposta:
- Quem é você?
Contrariado grita:
- Seu covarde!
E escuta como resposta:
- Seu covarde!
O menino olha para o pai e pergunta, aflito:
- O que é isso?
O pai sorri e diz:
- Meu filho, preste atenção.
Então, em seguida, grita em direção a montanha:
- Eu admiro você!
E a voz responde:
- Eu admiro você!
De novo o pai grita:
- Você é um campeão!
E a voz responde:
- Você é um campeão!
O menino fica espantado. Não entende. 
O pai explica:
- As pessoas chamam isso de eco, mas na verdade, isso é a vida.

A vida lhe dá de volta tudo o que você diz, tudo o que você deseja de bem ou mal para os outros. A vida lhe devolverá toda blasfêmia, inveja, incompreensão, falta de honestidade, tudo o você desejou e praguejou às pessoas que lhe cercam.

Se você quiser mais amor, compreensão, sucesso, harmonia e felicidade. Crie mais amor, compreensão, harmonia e felicidade no seu coração. Se agir assim a vida lhe dará felicidade, sucesso e o amor das pessoas que o cercam.

Nossa vida é simplesmente o reflexo de nossas ações.


“A verdadeira riqueza do homem é o bem que ele faz ao seu próximo” 
.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

O relógio no celeiro


Era uma vez um fazendeiro que descobriu que tinha perdido o relógio no celeiro. O relógio não era um objeto qualquer; ele tinha um valor sentimental.

Após buscar por todas as partes entre o feno, ele desistiu e recorreu à ajuda de um grupo de crianças que estava brincando do lado de fora do celeiro. Ele prometeu a elas que, quem encontrasse o seu relógio, seria recompensado. Ao ouvir isso, as crianças correram para dentro do celeiro e entraram no meio de toda a pilha de feno, mas ainda assim não conseguiram encontrar o relógio.

Quando o fazendeiro estava prestes a desistir, um menino aproximou-se dele e pediu mais uma chance.

O fazendeiro olhou para ele e pensou: Por que não? Afinal de contas, esse garoto parece sincero o suficiente.

Então, o fazendeiro mandou o menino de volta ao celeiro.

Depois de um tempo, o menino saiu com o relógio em sua mão! O fazendeiro ficou feliz e surpreso ao mesmo tempo. Então, perguntou ao menino como ele havia conseguido encontrar, já que todos os outros meninos não conseguiram.

O menino respondeu:

- Eu não fiz nada a não ser ficar sentado no chão escutando. No silêncio, eu escutei o tique-taque do relógio e apenas olhei para a direção certa.

Moral da história:

Uma mente em paz pode pensar melhor do que uma mente confusa.

Dê alguns minutos de silêncio à sua mente todos os dias,
pois assim você ouvirá a voz de Deus
que te conduzirá na direção certa
e lhe ajudará a definir a sua vida
da maneira que você espera que ela seja!

Que seus dias sejam ouvindo e seguindo a voz de Deus!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...