quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Tesouro maior



O nosso tesouro maior não é uma pessoa nem esse bem, o nosso tesouro maior é Jesus, é n'Ele que colocamos o nosso coração, é n'Ele que colocamos a nossa vida, a razão do nosso viver, da nossa existência, daquilo que fazemos.

Busque esse tesouro, entregue o seu coração para Ele, coloque em Jesus a sua razão de viver.

Quando nós descobrimos o tesouro escondido por trás da Eucaristia, o nosso coração se rejubila e se deixa consumir pela presença real e amorosa de Jesus no meio de nós.

.

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Diviníssimo ou Digníssimo?


É muito comum durante a adoração ao Santíssimo Sacramento em resposta "Graças e louvores sejam dadas a todo momento: ao Santíssimo e Diviníssimo/Digníssimo Sacramento"... Mas qual o será o correto, diviníssimo ou digníssimo?

Digníssimo vem da palavra digno (que merece respeito; que vale a pena; íntegro; capaz), no qual todos nós somos dignos ou merecedores de alguma coisa.

Diviníssimo vem da palavra divino, somente Deus pode ser Divino.

Então o correto, no momento da adoração ao Santíssimo Sacramento, que é o único Divino, respondermos: "Graças e louvores sejam dadas a todo momento: ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento".

Outro detalhe: você sabe por que é recitado 3 vezes? Porque Deus é 3 vezes Santo, na pessoa do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

.

sábado, 11 de agosto de 2018

Maria de Nazaré teve outros filhos?


A Record do Bispo Macedo está veiculando na novela dele que Maria teve outros filhos e que Jesus teve outros irmãos.

Faz 50 anos que explico aos jovens quem era Judas, Tiago, José e Simão, citados como irmãos de Jesus. Eles tinham outro pai que não era José. E a mãe deles não era a Maria de José.

Na Bíblia, primos são chamados de irmãos, aliás, há tribos na África que ainda hoje, consideram os primos como irmãos.

Quando o adolescente Jesus, aos doze anos foi encontrado no Templo, Maria lembrou dizendo: "Teu pai e eu te procurávamos aflitos"... E por que será que não falam dos irmãos? Eles não foram juntos para a peregrinação?

Quando disseram a Jesus que a mãe e os irmãos o estavam procurando, Jesus respondeu que todo mundo era sua mãe e seus irmãos.

E quando na hora da morte, estando Maria ao pé da Cruz, por que não havia lá nenhum dos chamados irmãos de Jesus? Eram covardes? Eles deixaram a mãe sofrer sozinha?

Por que razão Jesus confiou Maria aos cuidados do jovem discípulo João, que nem sequer era parente de Jesus, dizendo que, agora, João seria filho dela e ela seria a mãe de João?

Se Maria tivesse outros filhos morando na mesma casa, não seria estranho esta entrega de Maria aos cuidados de João?

E se fossem já casados, não seria normal que um dos 4 filhos homens e talvez alguma mulher também irmã deles, ficasse com Maria? Na sua família é isso que acontece hoje em dia. Também naquele tempo seria assim.

As palavras de Jesus deixam claro que não havia outros filhos ou filhas morando com Maria e Jesus. Maria ficaria sozinha.

Faz sentido ou você ainda tem dúvidas? Ou você vai ficar com a versão da novela do Bispo Macedo que, inclusive, já disse claramente que ele é a favor do aborto. Não é o que Jesus dizia. Ele está mostrando outro tipo de evangelho: é o evangelho segundo Edir Macedo.

Ele não prega o mesmo evangelho que nós, católicos, lemos nas nossas missas e encontros.

Para ele é fácil dizer que Maria teve outros filhos, mas que tipo de mãe seria ela que não conseguiu unir os filhos na hora da Cruz e que teve que ser entregue a um discípulos porque os pseudo irmãos de sangue a abandonaram? Que irmão de sangue estranhos eram eles? Abandonaram a mãe e Jesus por medo? Os quatro irmãos de sangue e a possível irmã de Jesus nunca existiram porque eram parentes, mas não eram da mesma casa e não moravam com Maria.

Não é mais lógico concluir que Jesus entregou Maria aos cuidados de João simplesmente porque Maria não teve outros filhos?

(Pe. Zezinho, scj)


terça-feira, 7 de agosto de 2018

Coração manso e humilde

Encontremos consolo,
descanso e refúgio
no coração de Jesus
e aprendamos com Ele
como o nosso coração
deve ser manso e humilde,
porque os mansos e humildes
têm um coração cuidado por Deus.




segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Transfiguração do Senhor


06 de agosto - Transfiguração do Senhor

A transfiguração é a transformação dos nossos sentidos; os nossos olhos contemplam Deus, os nossos ouvidos O escutam e a nossa boca fala com Ele.

Na oração somos transfigurados e transformados, e os nossos sentidos se voltam para o Senhor.

Na transfiguração e na via da adoração, nosso ser deixa resplandecer a presença de Deus em nossa vida.

Que, na Festa da Transfiguração do Senhor, possamos buscar, no caminho da oração, a transformação e a transfiguração da nossa própria vida.

.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Agenda de hoje

“O meio mais seguro de conhecermos a vontade de Deus
é rezarmos à nossa boa Mãe, Maria.” 

(São João Maria Vianney)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...