domingo, 29 de dezembro de 2013

Ano Novo... Vida Nova!


É sempre assim, a cada início de novo ano promessas de mudanças. Pensamos em tudo o que vivemos e fizemos durante o ano que passou e, como se pudéssemos fazer tudo de novo, acreditando poder fazer tudo diferente, imaginamos que o tempo possa voltar atrás.

Me lembro bem de uma mensagem, de autoria de Henry Sobel, que até algum tempo me fazia refletir: "A matemática da vida não é tão simples. Cada soma também é uma subtração. Quando somamos mais um ano àqueles que já vivemos, subtraímos um ano daqueles que nos restam viver".

Na verdade, esta é uma mensagem muito materialista. "O tempo passa, o tempo voa", dizia o jargão, para aqueles que não têm objetivos, não têm planejamento para sua vida. Acredito que definir razões de bem viver, criar espaços para si mesmo, com perspectivas positivas para a sua existência, compreendendo a parte física (mais saúde e maior disposição para o trabalho), a emocional (nos relacionamentos pessoais e profissionais), a mental (com o aprimoramento intelectual e do conhecimento), a espiritual (na maior dimensão de sua fé) e a financeira, que para muitos é a única, (consequência das perspectivas anteriores), é possível chegar, sim, ao final de um ano somando mais qualidade de vida, mais motivação para uma nova época, mais razões para viver bem e melhor, diminuindo as dificuldades comuns no trabalho e na vida familiar, a intolerância, a incompreensão, o egoísmo, o orgulho.

Tem pessoas que planejam o tempo todo - negócios, passeios, finanças, mas se esquecem de promover o seu próprio planejamento, o olhar para si mesmo - o que facilitará o alcance de resultados mais positivos para sua vida.

É preciso cuidar dos aspectos que dizem respeito ao corpo, à mente e à alma. Viver bem é estar bem consigo mesmo. Mesmo que as metas sejam ambiciosas, elas serão alcançadas numa forte razão, numa força interior, de modo que as dificuldades parecerão pequenas e os obstáculos perfeitamente transponíveis.

Agir, fazer, errar, aprender, são situações que fazem as diferenças no caminho do sucesso para muitas pessoas. Sem ação, não há resultados. Sem fazer, não se alcança o desejado. Se errar, admita seus próprios erros, perdoando a si mesmo, antes de tudo. Aprender, é voltar e fazer tudo de novo, se for preciso.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Mensagem do Papa para o Dia Mundial da Paz


Foi divulgada, nesta quinta-feira (12), a primeira mensagem do Papa Francisco para a celebração do XLVII Dia Mundial da Paz, celebrado no dia 1º de janeiro de 2014, com o tema “Fraternidade, fundamento e caminho para a paz”.

Em sua mensagem, o Sumo Pontífice recordou que “a fraternidade é uma dimensão essencial do homem”. Ele ainda lembrou que sem a dimensão fraterna entre os povos “se torna impossível a construção de uma sociedade justa, de uma paz firme e duradoura”. A mensagem ainda aborda temas atuais como o fenômeno da globalização, a paz, a guerra, a pobreza, o crime organizado, a economia e o relacionamento do homem com a natureza.


O Papa iniciou sua mensagem dizendo que “a família é a fonte de toda a fraternidade”, e, “por vocação, deve contagiar o mundo com o seu amor”. Utilizando-se da figura bíblica de Caim, o Santo Padre recordou que “a humanidade traz inscrita em si uma vocação à fraternidade”, assim como “a possibilidade dramática da sua traição”.

Segundo o Pontífice, o egoísmo diário e a indiferença para com o próximo são a base de muitas guerras e injustiças, e que “muitos homens e mulheres morrem pelas mãos de irmãos e irmãs que não sabem se reconhecer como tais”.

Quem aceita a vida de Cristo e vive n’Ele reconhece Deus como Pai e a Ele Se entrega totalmente, amando-O acima de todas as coisas. O homem reconciliado vê em Deus o Pai de todos e, consequentemente, é solicitado a viver uma fraternidade aberta a todos”, diz Francisco.

Pobreza e economia

Em sua mensagem, o Pontífice recordou que a fraternidade é premissa para vencer a pobreza e cobrou políticas que garantam a todos direitos básicos como emprego e educação. Sobre economia, o Papa alertou que as diversas crises econômicas que assolam o mundo “têm a sua origem no progressivo afastamento do homem de Deus e do próximo, com a ambição desmedida de bens materiais e o empobrecimento das relações interpessoais e comunitárias”.

Não se pode ignorar a fome”, diz Papa em videomensagem.  “É uma vergonha”, diz Papa sobre tráfico de pessoas.

Paz e guerra

Ao longo do ano que termina, muitos de nossos irmãos e irmãs continuaram vivendo a experiência dilacerante da guerra, a qual constitui uma grave e profunda ferida infligida à fraternidade”, disse o Pontífice, que, citando seus predecessores Paulo VI e João Paulo II, reafirmou: “A paz é um bem indivisível: ou é um bem de todos ou não o é de ninguém”. Em sua mensagem, Francisco ainda faz um forte apelo ao desarmamento.


Corrupção e crime organizado

Segundo o Santo Padre, o egoísmo individual também é a fonte de toda corrupção e de toda organização criminosa. Ele fez duras críticas àqueles que lucram com as drogas, com o tráfico de seres humanos, o crime, os abusos contra menores entre outros. “Essas organizações ofendem gravemente Deus, prejudicam os irmãos e lesam a criação, revestindo-se de uma gravidade ainda maior se têm conotações religiosas”, diz o Pontífice.

Fraternidade e relação com a natureza

Segundo o Papa, a criação de Deus está à disposição do homem para que ele a administre com responsabilidade e amor, pensando no bem comum e nas futuras gerações. “É mais do que sabido que a produção atual é suficiente, e, todavia, há milhões de pessoas que sofrem e morrem de fome, o que constitui um verdadeiro escândalo. Por isso, é necessário encontrar um modo para que todos possam se beneficiar dos frutos da terra”, disse o Pontífice.

O Sumo Pontífice concluiu sua mensagem exortando os homens a se voltarem para a sua condição transcendente, pois “quando falta esta abertura a Deus, toda a atividade humana se torna mais pobre, e as pessoas são reduzidas a objetos passíveis de exploração”. Ele termina dizendo que “o serviço é a alma da fraternidade que edifica a paz”.

Confira, na íntegra, a mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Paz, clicando aqui: Site Oficial do Vaticano


Fontes: Canção Nova e Vaticano


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...