quarta-feira, 3 de maio de 2017

O melhor amigo

Um dia na Palestina, pelas ruas e nas praças,
na beira do mar, peregrino,
um homem chamado Jesus aproximou-se do povo,
acariciando as crianças.
Gritava pelos caminhos:
- Quero ser o vosso amigo.

Suas mãos abençoavam, tinha palavras de vida,
sabia chorar com os tristes, compartilhar alegrias.
Dava seu tempo aos humildes,
seu carinho aos abatidos,
estava junto dos que procuram
e consolava os mendigos.
Gritava pelos caminhos:
- Quero ser o vosso amigo.

A voz do povo corria, anunciando maravilhas:
tem um homem pelas ruas que deseja ser amigo,
tem um home nas calçadas que leva a paz consigo.
Gritava pelos caminhos:
- Quero ser o vosso amigo.

Por defender a verdade, por amar os inimigos,
ser esperança dos pobres, dos humildes e oprimidos,
deu sua vida o peregrino.
Mas aquela voz amiga ressuscitou no domingo,
anunciando para sempre:
- Quero ser o vosso amigo.

(Do livro "De mãos Dadas", de Avelino A. Correa e Amélia Schneiders, ed. Scipione.)




segunda-feira, 1 de maio de 2017

A oração da Virgem Maria


Maria é alguém muito próximo de nós e, por isso, devemos aprender a rezar com o estilo de Maria. Ela nos dá muitos ensinamentos simples para a nossa oração.

Maria, na casa de Nazaré, estava em oração quando o anjo lhe apareceu.

O diálogo entre eles é a oração. O anjo representa o próprio Deus que fala. O interessante é a atitude de Maria, que escuta e responde. É um diálogo com Deus. Diálogo familiar com Aquele que nos ama.

Notamos, então, três atitudes simples e fundamentais da oração da Virgem Maria: Admiração / Discernimento / Disponibilidade

Atitude de Admiração e surpresa pela visita de Deus. Admiração pelo respeito que Deus mostra por ela e como Deus nos está próximo, nos respeita, se coloca diante de nós e pede nosso consentimento.

Atitude de Discernimento quando Maria pergunta: "E como acontecerá tudo isto?". Não é uma dúvida, mas sim uma atitude de discernimento. Ela não questiona as razões de Deus. Eu creio, confio, mas qual é o meu papel, o que devo fazer? Também nós, quando Deus me pede algo, precisamos perguntar, na oração, como se fará, qual a nossa colaboração, o que devemos fazer?

Atitude de Disponibilidade quando Maria diz: "Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Tua palavra". É a atitude mais profunda da oração: disponibilidade e colaboração responsável. Estamos dispostos a fazer, em tudo, a vontade de Deus.

Estas três atitudes podemos aprender de Maria. Buscar a vontade do Senhor com disponibilidade plena, abandono total, com plena confiança e amor, para seguir, no caminho da fé, os seus desígnios.


(Fonte: Revista Brasil Cristão - Texto: Pe. Francisco Sehnem, scj)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...