domingo, 12 de outubro de 2014

Nossa Senhora Aparecida

 

No dia 12 de outubro celebramos o Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil. E qual o maior presente que podemos dar às nossas crianças? A fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, filho de Maria, que também foi criança. E a melhor maneira de educá-los na fé é com o exemplo. Os filhos também precisam herdar a fé e a espiritualidade dos pais. Só assim teremos um Brasil e um mundo mais cristão.

E quer maior testemunho de fé do que o de Maria Santíssima? Sabe qual o segredo Dela? A simplicidade, a humildade: "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Tua palavra" (Lucas 1,38).

Maria é simples e quer que também sejamos simples. Pense nas suas aparições: no México, Nossa Senhora aparece a Juan Diego, um índio; em Lourdes, aparece a Bernadette, uma camponesa de 14 anos de idade; em Fátima, aparece a Jacinta (7 anos), Francisco (9 anos) e Lúcia (10anos), três pastores de ovelhas; aqui no Brasil, a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi achada por pescadores no rio Paraíba.

Perceba que, mesmo sendo a Mãe de Deus, com sua simplicidade, Maria Santíssima se manifestou a pessoas também simples, do povo. Não existe maior apelo à simplicidade e à humildade do que esses!

Então, siga também o exemplo da Nossa Mãe do Céu e seja exemplo para seus filhos, netos, sobrinhos e afilhados.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A primavera



Um velho sábio chinês estava caminhando por um campo de neve,
quando viu uma mulher chorando.

Dirigiu-se a ela e perguntou:

- Por que choras?

- Porque me lembro do passado, da minha juventude, da beleza que via no espelho,
Deus foi cruel comigo por me fazer lembrar.
Ele sabia que, ao recordar a primavera da minha vida,
eu sofreria e acabaria chorando.

O sábio, então, em silêncio ficou contemplando o campo de neve,
com o olhar fixo em determinado ponto...

A mulher, intrigada com aquela atitude, parou de chorar e perguntou:

- O que estás vendo aí?

- Eu vejo um campo florido.
Deus foi generoso comigo por me fazer lembrar.
Ele sabia que, no inverno, eu poderia sempre recordar a primavera e sorrir.

(Sabedoria Chinesa)

sábado, 4 de outubro de 2014

O Santo Rosário segundo São João Paulo II

O Santo Rosário é uma oração amada por numerosos santos e estimulada pela Igreja.



"Desde a juventude, esta oração teve lugar importante na minha vida espiritual. O Rosário acompanhou-me nos momentos de alegria e nas provações. A ele confiei tantas preocupações; nele encontrei conforto. O Rosário é minha oração predileta, uma oração maravilhosa, na simplicidade e na profundidade. Sobre o fundo das palavras da 'Ave Maria' passam, diante dos olhos da alma, os principais episódios da vida de Jesus Cristo. Eles se dispõem no conjunto dos Mistérios Gozosos, Dolorosos, Luminosos e Gloriosos, e nos colocam em comunhão viva com Jesus, através do Coração de Sua Mãe".

"Podemos incluir, nas dezenas do Rosário, todos os fatos da nossa vida, da família, da nação, da Igreja e da humanidade. Acontecimentos pessoais e do próximo, daqueles que nos são mais familiares e que mais estimamos. A oração do Rosário marca o ritmo da vida humana".

"O Rosário ainda que caracterizado pela sua fisionomia mariana, no seu âmago, é uma oração cristológica, pois concentra a mensagem evangélica, da qual é quase um compêndio".

O exercício piedoso da recitação do Rosário coloca o fiel em contato com os principais fatos da vida de Jesus, levando-o a uma profunda intimidade com o santo Evangelho.

"O motivo mais importante para a prática do Rosário é a contemplação do mistério cristão, que propus na carta apostólica 'Novo millennio ineunte', como verdadeira pedagofia da santidade: há necessidade de um cristianismo que se destaque, principalmente pela arte da oração. É urgente que nossas comunidades cristãs se tornem autênticas escolas de oração, onde a Virgem Maria ocupa a função de mestra. Com Ela aprendemos a escutar e a nos colocarmos à disposição de Deus".

"A oração constante do Rosário traz inúmeros benefícios para o fiel, que alcança a graça em abundância, como se a recebesse das mãos da Mãe do Redentor".


Carta Apostólica Rosárium Virginis Mariae,
São João Paulo II


Eu creio


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...