terça-feira, 29 de junho de 2010

A oração de louvor


O louvor é a forma de oração que reconhece o mais imediatamente possível que Deus é Deus! Canta-o pelo que Ele mesmo é, dá-lhe glória, mais do que pelo que Ele faz, por aquilo que Ele é. Participa da bem-aventurança dos corações puros que o amam na fé antes de o verem na Glória.

Por ela, o Espírito se associa ao nosso espírito para atestar que somos filhos de Deus, dando testemunho ao Filho único, em quem somos adotados e por quem glorificamos o Pai.

O louvor integra as outras formas de oração e as leva Àquele que é sua fonte e termo final: "O único Deus, o Pai, de quem tudo procede e para quem nós somos feitos" (1 Cor 8, 6).

Tudo é graça, tudo é luz, tudo é amor. O orante que tem fé, mais do que pedir, quer louvar não com palavras, mas com sua vida. Leia com muita atenção o Salmo 150 que como uma maravilhosa sinfonia, se dirige a Deus e convida a toda criação a louvá-lo e bendizê-lo.

Deus sabe do que nós necessitamos antes que o peçamos e quer que nós peçamos, mas que saibamos pedir repetindo sem cessar: "Te louvo e bendigo pela tua santa vontade que vai se realizar na minha vida!".

A oração de louvor é de tudo um ato de fé amoroso pelo qual se reconhece que Deus é único e verdadeiro. Não queremos encher nossa vida de ídolos, de coisas que nos distraem do grande mistério da luz de Deus. Proclamar a grandeza de Deus que vai se revelando em nós e no mundo é louvar a Deus pela sua misericórdia. Jesus, durante toda a sua vida, não fez outra coisa que manifestar o seu amor e proclamá-lo com a palavra e a vida: "Te louvo e te agradeço, ó Pai!".

E quem é Maria? É aquela que reconheceu a grandeza do Senhor: "A minha alma engrandece ao Senhor e exulta meu meu espírito em Deus, meu Salvador!" (Lc 1, 46-47).

Quem são os santos? São aqueles que com sua vida cantaram a grandeza de Deus e nunca buscaram a si mesmos.

Quem sou eu e quem é você? Somos aqueles que, com nossas vidas e palavras, temos a alegria de manifestar nossa fé diante dos outros.

Deus mantém o seu primeiro lugar! Nada poderá nos afastar do seu amor!

Depois de louvar a Deus no início de sua oração, lembre-se de deixar o seu espírito louvar também a sua grandeza: com um salmo de sua preferência, com o "Magnificat" (Lc 1, 46-55) ou com suas próprias palavras contentes e humildes.

Frei Patrício Sciadini


SALMO 150

Louvor sem fim


1 Aleluia!
Louvem a Deus no seu templo,
louvem a ele no seu poderoso firmamento!
2 Louvem a Deus por suas façanhas,
louvem a ele por sua imensa grandeza!
3 Louvem a Deus tocando trombetas,
louvem a ele com cítara e harpa!
4 Louvem a Deus com dança e tambor,
louvem a ele com cordas e flauta!
5 Louvem a Deus com címbalos sonoros,
louvem a ele com címbalos vibrantes!
6 Todo ser que respira louve a Javé!
Aleluia!


.

3 comentários:

Sandrinha disse...

Gostei do que li, gostei do seu blog!
Somos xará, legal, haha!
Bjs!!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Sandra,

Essa ligação com Deus é louvada em todos os momentos da minha vida.

Você é uma querida, menina linda.

Estamos seguindo também!

Beijo imenso.

Rebeca

-

Alexandra disse...

Obrigada pela visita! Um post maravilhoso!
Seu blog é nota 10! Acabo de atualizar!
Passa lá! Bom final de semana! Beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...