quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Maria, Mãe de Deus

No primeiro dia do ano, o calendário dos Santos da Igreja Católica se abre com a Solenidade de Maria, Mãe de Deus. Soma-se a essa comemoração, o Dia Universal da Paz. E ninguém mais poderia encarnar os ideais de paz, amor e solidariedade do que ela, que foi onde Deus fecundou seu amor pelos filhos e de cujo ventre nasceu aquele que personificou a união ente os homens e o amor ao próximo, o Cristo. Celebrar Maria, Mãe de Deus, é celebrar O nosso Salvador. Dia da Paz, dia da Mãe Santíssima. Nos tempos sofridos e sangrentos em que vivemos, um dia de reflexão e esperança. 



~ Das pregações de João Paulo II ~

O que posso desejar a vocês amigos cristãos a não ser que sempre escutem estas palavras de Maria: "Façam tudo o que Ele lhes disser" (Jo 2,5) ?

Aceitem de coração estas palavras porque brotaram do coração, do coração da Mãe.

A Igreja canta a sua Mãe, aquela que teve a felicidade de levar em seu ventre, sob seu coração e, mais tarde, nos seus braços, o Filho de Deus e nosso Salvador. A última vez que o teve em seus braços foi quando o depuseram da Cruz, no Calvário. Sob seus olhos, o envolveram na mortalha e o levaram ao sepulcro. Sob os olhos da Mãe.

Graças ao poder do Altíssimo, e por obra do Espírito Santo, Maria se torna Mãe do Filho de Deus, embora permanecendo virgem. A missão do Filho começa no seu seio, debaixo do seu coração.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...