sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Jesus ouve a nossa oração


A oração dirigida a Jesus é ouvida por Ele já durante seu ministério, por meios dos sinais que antecipam o poder de sua Morte e Ressurreição: Jesus ouve a oração de fé, expressa em palavras (o leproso, Jairo, a Cananéia, o bom ladrão), ou em silêncio (os carregadores do paralítico, a hemorroíssa que lhe toca as vestes, as lágrimas e o perfume da pecadora).

Quer na cura das enfermidades, quer na remissão dos pecados, Jesus responde sempre à oração que implora com fé: "Vai em paz, tua fé te salvou!"

Santo Agostinho resume as três dimensões da oração de Jesus: "Ele ora por nós como nosso sacerdote, ora em nós como nossa cabeça, e a Ele sobe nossa oração como ao nosso Deus".

Deus sempre ouve as nossas orações? Jesus disse: "Tudo o que pedirdes com fé, na oração, vós o alcançareis" (Mt 21, 22). No entanto essa afirmação parece um tanto inadequada, visto que nem tudo o que se pede a Deus, Ele concede. Mas, diante da oração, Deus sempre diz sim. Algumas vezes Ele diz: "Sim, já!" E a graça acontece logo. Outras vezes, diz: "Sim, mas não agora! Vou lhe dar no tempo certo".  Em outra oportunidade, diz: "Sim, mas não o que você pede! Vou lhe dar algo melhor, porque o que você está pedindo não é bom, vai te prejudicar". Deus concede aquilo que é necessário para a pessoa, talvez não exatamente o que ela está pedindo.

Não existe oração "fraca". A oração é sempre "poderosa", porque ela significa relacionamento com Deus que é todo poderoso. No entanto, a eficácia da oração depende do estado de espírito da pessoa que reza, da fé que ela tem em Deus e da confiança na providência divina.

(Pe. Francisco Sehenem, scj)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...