quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Milagre Eucarístico na Polônia


Um novo Milagre Eucarístico na Polônia

Dom Zbigniew Kiernikowski, Bispo de Legnica, na Polônia, aprovou no dia 17 de abril de 2016, a veneração de uma santa Hóstia Consagrada que sangra, devidamente comprovado o fenômeno milagroso, a qual, nas palavras do prelado, “possui as características distintivas de um Milagre Eucarístico”.

O milagre se sucedeu no Natal de 2013, quando uma Hóstia consagrada caiu no chão da igreja da paróquia polonesa de San Jacek (São Jacinto), segundo relata o Sr. Bispo em seu comunicado, e que depois de recolhida e posta em um recipiente com água, segundo certa norma ("vasculum"), para que se consumisse. Porém, apareceu uma mancha vermelha na Hóstia de textura estranha, que parecia tecido humano.



Dom Stefan Cichy, que era então o Bispo de Legnica, criou uma comissão especial para analisar a Hóstia. Em fevereiro de 2014, um pequeno fragmento da Hóstia foi colocado sobre um corporal e passou por provas de vários distintos institutos médicos forenses e análises clínicas.

Para a maravilha e exultação de todo o povo cristão, o comunicado final do Departamento de Medicina Forense atestou, entre outros pontos, que:

"Na imagem histopatológica, foi descoberto que os fragmentos de tecido contêm partes fragmentadas de músculo estriado transversal. Se assemelha em grande medida a um músculo cardíaco que havia padecido estresse e sofrimento com as alterações que aparecem frequentemente durante a agonia. Os estudos genéticos indicam a origem humana do tecido".

Dom Kiernikowski confirmou que, em janeiro deste ano (2016), apresentou o caso à Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano. E em abril, de acordo com as recomendações da Santa Sé, o prelado pediu ao pároco de Saint Jack, Andrzej Ziombrze, que prepare "um lugar adequado para as Relíquias, de tal forma que os fiéis pudessem venerá-las”.



(clique na imagem para ampliá-la)


San Jacek, um santo eucarístico medieval

No site dedicado a devoção a San Jacek, o santo sacerdote polaco do séc. XIII ao que está dedicada a Igreja dos feitos (também chamado às vezes Saint Jack e São Jacinto) chama a atenção sobre o fato de que este santo polaco foi um grande predicador da Eucaristia e adorador do Santíssimo, e que na iconografia se representa com a Eucaristia nas mãos.

Dizem seus biógrafos que em 1240 os mongóis atacaram a cidade de Kiev, onde o santo estava rezando perante o Santíssimo. Ao saber que a cidade caía em mãos dos bárbaros, tomou o Santíssimo e se dispunha a empreender a fuga. Mas então ouviu uma voz que vinha da imagem de alabastro da Virgem: "Jacek, como te escapas e me deixas só? Leva-me contigo". "Madre querida, esta estátua é muito pesada, como vou levá-la?", disse ele. "Meu Filho fará que seja leve, toma-a", disse a Virgem. Efetivamente, a estátua se fez leve como uma pluma e Jacek pôs o Santíssimo e a estátua debaixo de seu manto. Acompanhado de outros religiosos conseguiu cruzar o rio e atravessar o acampamento mongol milagrosamente, sem ser detectado.

Jacek foi canonizado no séc. XVI, em plena controvérsia com os vizinhos protestantes que negavam o valor sacramental da Eucaristia e a veneração especial a Maria: como reação, Jacek (Jacinto, no processo de canonização romano) aparece em ícones, pinturas e esculturas com a Virgem em uma mão e a Eucaristia na outra.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...